My name is Márcia, i'm 17 and from Lisbon, Portugal. Find out more in the links below.
archive message submit personal posts links
4 days ago euo:

Sportif Chic:Dazed & Confused May 1997Photographer: Paulo Sutch
3 weeks ago gnostic-forest:

avocadoandvegemite:

bananasandlattes:

watching the sun set in an outdoor bath could cure any sadness in the world

this is freaking magical

^^
3 weeks ago
3 weeks ago
3 weeks ago poorlifechoicesblog:

bible-jpg:

Jenny Holzer

"Ishtar Awakens in Chicago" by Mohja Kahf

My arrogance knows no boundsAnd I will make no peace todayAnd you shall be so luckyTo find a woman like meToday neither will the East claim menor the West admit meToday my belly is a wellwherein serpents are coiledready to poison the world,and you should be so lucky.All I have is my arroganceI will teach it to lean backand smoke a cigarette in your faces,and you should be so luckyNo I will make no peaceeven though my hands are emptyI will talk as big as I pleaseI will be all or nothingAnd I will jump before the heavy trucksAnd I will saw off my leg at the thighbefore I bend one womanly kneeI am poisonAnd you will drink meAnd you should be so lucky.
3 weeks ago 
John Bonham photographed by Carl Dunn at Cabana Hotel, Dallas, 1970.
3 weeks ago qelle:

pre-homecoming 1991
"freshman year of high school. my date was mike dear, who was put in prison a couple of years later for attempting to stab his mother.
"my dress was from 5-7-9 at genesee valley mall."

ttrincea:

fui até à ponta do pinhal de lá, onde cavaram uma estrada nova no fundo de um vale, e fiquei-me, cansado, a encostar-me ao pôr-do-sol, na impecável calma de um vento de lusco-fusco ferrugento. sinto a mesquinhez de todas as questões que me mordem - mais que os picos destas plantas que as minhas canelas encaram nuas - como sinto a mesquinhez da minha própria vida. sinto que poderia anular tudo com um encolher de ombros e deixar-me ficar a ver o sol se pôr. as sombras do ocaso fazem-me maior que eu e a luz âmbar passa pelos pinheiros como leite no chá. e à minha volta havia azinheiras mortas, arrancadas de raiz. já depois ouvi uma mãe gritar

- ah rúben faz favor de vir p’ra casa já

mas tu não ouves?

bem

a minha mãe gritou muita vez o mesmo, quando antes o coração saltava quando saltava a sola dos sapatos novos e o pior que se podia receber do mundo era a sola do chinelo maternal. três miúdos chutavam uma bola a uma baliza sem redes. o outro ficava com a tarefa de ir buscar a bola ao fundo do campo, à mercê do pontapé dos outros, fosse golo ou não. então que lhe importava que fosse golo, se a baliza não tem redes, e o caminho para a ir buscar é sempre o mesmo? rúben, não ouves?, a tua mãe chama-te. foge agora, sísifo do pelado. não sei qual deles era o rúben, se era um dos que chutava, se aqueloutro da baliza, mas quero pensar que era esse mesmo, o guarda-redes sem redes, condenado a ir buscar sempre a bola, golo ou não. de vez em quando poderá defendê-la, mas ninguém lhe derá crédito. tal é a vida, rúben, é sempre o gordo que vai à baliza.

3 weeks ago quatrocentosgolpes:

La nuit américaine (1973) - François Truffaut
3 weeks ago

graceespooks:

graceespooks:

my grandpa is always making fun of old people he sees like he’s not 85

he goes “wow today was old folks day at olive garden” i was like yeah grandpa that’s why we brought you there at 4:30pm

(Source: graceebooks, via sundaegrrl)

theme